Area do Cliente
Area do Cliente

BLOCOS PADRÃO E DE REFERÊNCIA

BLOCOS PADRÃO E DE REFERÊNCIA

Medidor

Esses blocos possuem várias características padrões com dimensões conhecidas, velocidade sônica definida, atenuação acústica controlada, integridade interna verificada, acabamento e rugosidade superficial dentro dos limites das normas. Através dessas características, é possível um ajuste preciso do aparelho de ultrassom para as mais variadas aplicações definidas em normas nacionais e internacionais, resultando assim em medições confiáveis na inspeção de materiais do dia a dia.

Medidor

O bloco tipo 2 tem, praticamente, a mesma finalidade do bloco tipo 1, mas com a diferença de ser mais utilizado em campo por ser muito mais leve. Conforme bloco tipo 1, todas as características, como dimensional, velocidade sônica, rugosidade, etc. devem ser conhecidas pelo inspetor e são fornecidas no certificado do bloco.

Medidor

Esses blocos são utilizados na área de medição de espessuras. Sem eles não é possível ajustar e garantir a confiabilidade e controlar a incerteza das medições. Existem diversos tipos de blocos escalonados e os mesmos devem ter, principalmente, o dimensional e a velocidade sônica conhecidas e comprovadas em laboratório conforme a norma ASTM E 494.

Medidor

Existem diversos tipos de blocos de referência requeridos pela norma ASME que são utilizados na inspeção de materiais, soldas e chapas utilizando ultrassons. Esses blocos possuem a finalidade de ajustar o controle de ganho do aparelho de ultrassom, de forma que sejam detectadas as descontinuidades importantes e desprezadas aquelas que não são significativas. Devem ter suas dimensões e velocidade sônica certificadas para não induzir erros nas medições.

São fabricados conforme especificações da Seção V do código e conforme:

Artigo 4

  • Parágrafo T-434.2.1 e figura de mesmo numero (non piping)
  • Parágrafo T-434.3 e figura de mesmo numero (piping)
  • Parágrafo T-434.4.1 e figura de mesmo numero (cladding)

Artigo 5

  • Parágrafo T-534 e figura T 534.2.1 para materiais planos, tubulares e fundidos, atendendo aos requisitos do P-Number do material a ser inspecionado pelo cliente.
Medidor

Finalidade

  • Verificação da resolução (equipamento / transdutor) para cabeçote de ondas transversais (angular) conforme a norma AWS D1.1 item 6.29.2.5. Pela norma AWS D1.1 pode ser utilizado também para a verificação da linearidade horizontal
  • Determinação do feixe de 20 dB conforme o procedimento ABENDE PR-011 revisão 11 item 15.3

Exigência

  • Exigido no Sistema Nacional de Qualificação e Certificação de Pessoal em END – SNQC/END conforme o procedimento PR-011 revisão 11 quando necessário o dimensionamento da altura da descontinuidade através da queda dos 20 dB (necessário o perfil do feixe sônico)
  • AWS D1.1 item 6.29.2.5 – o cabeçote angular deve distinguir os três ecos referentes ao furos

Procedimento para verificação da resolução

  • O transdutor deve ser posicionado no bloco RC posição Q para o ângulo de 70°, na posição R para o ângulo de 60°, ou posição S para o ângulo de 45°, conforme figura
  • O Transdutor e equipamento devem distinguir os três furos, no mínimo na extensão de distinguir os picos das indicações dos três furos. Podemos utilizar como um padrão a exigência de no mínimo 50% da altura dos picos (prática recomendada)
Medidor

Conforme Norma AWS D1.1

FINALIDADE

  • Verificação do controle de ganho do equipamento

EXIGÊNCIA

  • Citado apenas na norma AWS D1.1.
Medidor

Blocos tipo IOW e Procedimento ABENDI PR-011: o bloco é mencionado no procedimento PR-011 da ABENDI (item 15.3) para aplicação do método de dimensionamento das descontinuidades. O mesmo é utilizado para determinação do perfil do feixe sônico para uma queda de 20 dB. Para tanto, deve ter o dimensional e velocidade sônica do material devidamente calibrados. A rugosidade superficial também é uma medição crítica para o bloco, pois seu descontrole pode afetar e produzir uma variação não controlada da amplitude dos pulsos emitidos e recebidos. Produzimos também o bloco para queda de 12 dB conforme figura 21 do procedimento PR-011 da ABENDI.

Medidor

Conforme Procedimento ABENDI PR-011

FINALIDADE

  • Determinação do perfil do feixe sônico pela queda dos 12 dB dos cabeçotes angulares
Medidor

Blocos para “PHASED ARRAY”, TOFD (Time of Flight Difraction) e Técnicas de Imagem Computadorizada (CIT)

Bloco PA 1: Produzido especificamente para esta técnica de inspeção, com a finalidade de ajustar adequadamente o equipamento e sua imagem.

Este bloco foi desenhado especificamente para uso em Phased Array e possui séries de furos laterais, furos inclinados (angulares) e furos próximos à superfície, simulando diversas imagens de descontinuidades em condições e posições para verificação e ajustes de equipamentos. Outras descontinuidades poderão ser agregadas por solicitação do cliente, para sua aplicação própria. É adequado para:

  • Melhor visualização do feixe sônico e respectivas imagens e cotas
  • Construção da curva DAC em PA
  • Determinação do perfil do feixe de PA no material
  • Avaliação da resolução linear e angular do sistema transdutor/equipamento
  • Avaliação das características de foco do sistema
  • Referência para verificar e acompanhar as características do instrumento e transdutor.
Medidor

FINALIDADE

Ajuste da capacidade mínima de levantamento de massa do Yoke de corrente alternada.

EXIGÊNCIA

Norma PETROBRAS N-1598

PROCEDIMENTO PARA VERICAÇÃO DA CAPACIDADE DE LEVANTAMENTO

A verificação da força magnetizante deve ser feita através da comprovação de sua capacidade mínima de levantamento de massa, com o máximo espaçamento entre polos a ser utilizado. A capacidade mínima deve ser de 5,5 kg, verificada através do levantamento do bloco padrão, e deve ser comprovada, no local onde está sendo executado o ensaio, no início e a cada 8 horas de trabalho ou quando houver algum problema de queda de energia. Observar que o levantamento de massa deve ser feito pela face maior.

Medidor

FINALIDADE

Medir a eficiência do sistema (partículas magnéticas + técnica do condutor central) para descontinuidades subsuperficiais. (System Performance Test) EXIGÊNCIA

  • Norma ASTM E-709
  • Norma ASTM E-1444
Medidor

FINALIDADE

Verificação da eficiência do ensaio na técnica do Yoke. Testa a eficiência do conjunto Yoke/esquema de sobreposição/partículas magnéticas. EXIGÊNCIA Norma PETROBRAS N-1598

Bloco para Resolução de Cabeçote Angular – Bolo de Noiva

Medidor

Esse bloco, vulgarmente chamado de “bolo de noiva” devido a seu formato, tem a finalidade de verificar o poder de resolução de um transdutor ou sistema de inspeção utilizando ondas transversais ou longitudinais, lembrando que antes de qualquer checagem, o bloco deve passar por calibração dimensional cuidadosa e de velocidade sônica para assegurar resultado.

Blocos Curvos

Medidor

Conforme Código ASME V art. 4 (para tubo de diâmetro 500 mm)

FINALIDADE

  • Calibração da sensibilidade dos cabeçotes angulares
  • Pode ser fabricado com furos, entalhes, comprimento, arco e espessura conforme necessidade

Nota: O ideal seria o fornecimento do material já cortado no comprimento e arco pelo cliente, porém o INTERMETRO também pode fornece